Exercícios de meditação

“Durante a tua meditação

desafia-te a atingir a tua mais alta elevação,

ainda que por um momento fugaz.”

– Sri Chinmoy

 

 

 

 

 

exercícios de meditação

Exercícios de Meditação

Ao longo da sua vida Sri Chinmoy foi transmitindo diferentes técnicas de meditação aos seus discípulos. Técnicas de respiração (pranayama), visualizações, repetição de mantras, exercícios de concentração, exercícios para desenvolver qualidades divinas, entre outros…
Embora, muitas vezes estas instruções fossem oferecidas dentro de um determinado contexto particular, muitas dessas orientações foram posteriormente partilhadas com o público em geral em diversas publicações.
Aqui propomo-nos incluir regularmente alguns dos múltiplos exercícios de meditação oferecidos por Sri Chinmoy. Nos cursos gratuitos que oferecemos praticamos muitos destes exercícios de meditação e, por norma, estes exercícios são facilmente reproduzíveis em casa.

“Durante a tua meditação desafia-te a atingir a tua mais alta elevação,

ainda que por um momento fugaz”

Sri Chinmoy

 

 

Exercício de meditação 1:

Meditando para resolver problemas

Os problemas podem ser resolvidos permanentemente apenas se nos identificarmos a nós próprios com algo de muito forte, muito poderoso, e muito vasto. Olha para o céu. Quanta vastidão tem! Observa o oceano. Quanto poder tem! Apenas mergulha nessa vastidão ou nesse poder. Essa é a forma mais sabia e também a forma mais permanente.

“Antes da meditação
Reza a Deus para que te dê
Uma mente silenciosa”
– Sri Chinmoy

Exercício de meditação 2:

Meditando para parar de criticar os outros

Quando quiseres parar de criticar os outros, aquilo que deves fazer é repetir alto três vezes: “talvez ele/a esteja certo/a, talvez ele/a esteja certo/a, talvez ele/a esteja certo/a” depois, silenciosamente, repitam três vezes: “ele/a está certo/a, ele/a está certo/a, ele/a está certo/a”. Depois digam alto “No caso dele/a, poderia ter feito o mesmo. No caso dele/a, poderia ter feito o mesmo. No caso dele/a, poderia ter feito o mesmo.” Depois, silenciosamente, digam: “No caso dele/a, também teria feito o mesmo. No caso dele/a, também teria feito o mesmo. No caso dele/a, também teria feito o mesmo.”
Nesse momento, a raiva terá perdido a sua fome por ti e já não estará de todo interessada em devorar-te. Ela irá deixar-te e irá bater a porta de outra pessoa qualquer.


 

Exercício de meditação 3:

Meditando para ultrapassar a raiva

Durante a tua meditação, tenta fazer descer paz, sublime e sólida, vinda dos Céus. O teu inimigo é a raiva. O inimigo da raiva é paz. A raiva odeia abertamente a paz. Se invocares paz com toda a alma, então a raiva irá odiar-te sem piedade e nunca mais entrará em ti, na tua vida, conscientemente ou inconscientemente.
Mais uma coisa: antes de invocares paz, entrega o teu sopro-vida dez vezes a Vontade do Supremo. A tua entrega é a tua salvaguarda. A raiva é sinónima de perigo. Não brinques com o perigo, mas brinca constantemente com a entrega da tua alma, com a entrega do teu coração, com a entrega da tua mente e com a entrega do teu corpo.

exercícios de meditação
exercícios de meditação brincar

Exercício de meditação 4:

Estende o corpo como uma cinta elástica.

E agora, o que fazer com os pensamentos que já estão dentro de nós a criar problemas? Comparando, é muito difícil atirá-los fora. Mas podemos fazê-lo! Como? Novamente, é através da extensão da nossa consciência. Temos um corpo; dentro desse corpo encontram-se essas forças nocivas que tomaram a forma de pensamentos feios e danificadores. Se pudermos alargar a nossa consciência física como se esticássemos uma cinta elástica, sentiremos que expandimos o nosso corpo todo, através do esforço consciente da nossa mente, através da aspiração. Estamos a esticar, esticar, esticar o corpo todo para o infinito. Esticamos um lençol de consciência branca. No momento em que sentimos o infinito estender como um lençol de consciência branca, veremos que é todo pureza.


 

Exercício de meditação 5:

Autoriza apenas os teus amigos / brinca com os pensamentos divinos no jardim interior.

Se quiseres aprender a meditar sem passar pela concentração, deves sentir que estás colocado a frente da porta do teu quarto interior. Quando estás a porta, permites apenas aos teus amigos entrar no teu quarto. Não permites a entrada a estranhos ou inimigos. Deves acolher apenas bons pensamentos, pensamentos divinos. Esses são os teus verdadeiros amigos. Os pensamentos não divinos, hostis, não devem entrar na tua mente. A tua mente está constantemente a receber pensamentos e, deves ser muito cuidadoso. Deves apenas acolher pensamentos divinos. Depois brinca com esses pensamentos divinos no jardim da tua mente. Brinca com pensamentos em qualidades divinas: amor divino, poder divino ou paz divina. Então virá um tempo em, que verás que já não existem pensamentos. O teu ser inteiro estará recarregado com Divindade interior.

Exercício de meditação 6:

O sol nascente

Na Índia os buscadores levantam-se a Hora de Deus, três da manhã e começam a meditar no nascer do sol. O sol representa dinamismo, beleza interior e luz interior. O sol é uma manifestação da transcendência de Deus. Tal como a flor é uma manifestação exterior da pureza e beleza de Deus, o sol é a manifestação interior da beleza e poder de Deus.

Antes da meditação

Reza à Deus, para que dê

Uma mente-silêncio

– Sri Chinmoy


Exercício de meditação 7:

Meditação para fazer progresso – Peregrinação ao sol.

Para fazer progresso mais rápido, pensa no sol e pensa em ti como se fosses um peregrino que corre ou voa em direção ao sol. Ou podes imaginar um sol dentro de ti que é extremamente, extremamente, lindo – infinitamente mais bonito e mais poderoso que o sol exterior. Sente que como peregrino, corres o mais rápido possível, e quanto mais rápido corres, mais beleza, mais poder, mais luz, mais ternura, mais amor, mais carinho vês no sol interior. Quanto mais rápido corres para o sol, quanto mais as suas próprias qualidades divinas crescem e ao mesmo tempo elas atraem-te. O sol interior tem todas essas qualidades divinas: Amor, Ternura, Doçura, Carinho, Cuidado e por aí em diante. Se te conseguires ver como um peregrino a correr rumo ao sol, estarás apto a fazer o mais rápido progresso.

Na meditação,

Quão mais profundo desces

Para veres a fonte,

Quão mais clara se torna

A tua luz-estrada.

Sri Chinmoy

exercício de meditação voar

Exercício de meditação 8:

Correr como um comboio, voar como um pássaro.

Se tens um bom pensamento, sente que és um comboio de alta velocidade que corre sem parar, ou um pássaro que voa para cima. Se tens uma ideia divina, então voa com ela para o teu destino. Mas se pensamentos errados, falsos, não divinos vêm ter contigo, não fique com eles. Por favor descarta-os imediatamente.

 

O Propósito da Vida

 

A vida é dada a cada ser humano

Por um motivo muito especial.

Este segredo cada ser humano

Deve descobri-lo por si próprio.

– Sri Chinmoy

Exercício integral

Concentração, meditação, contemplação e mantras.

 

Coloca a tua mão entre as sobrancelhas, ligeiramente acima (terceiro olho). Agora repete “Estou agora a concentrar-me. Sei que o meu Bem-Amado Senhor Supremo está mesmo acima da minha cabeça.”

Põe a mão direita sobre o coração, colocando o polegar sobre o coração. Agora repete, “ Estou agora a meditar. Consigo sentir a abençoada Presença do meu Bem-Amado Senhor Supremo mesmo aqui dentro do meu coração.”

Coloca a tua mão direita no coração e a mão esquerda na cabeça. Por favor pressiona com alguma força ambas a cabeça e o peito. O mais calmamente e lentamente possível, inspira e expira. Agora repete. “Estou agora a contemplar. Consigo vividamente ver o meu Bem-Amado Senhor Supremo mesmo a frente do meu olho-visão e, Ele diz-me que anseia brincar comigo as escondidas.”

Coloca as tuas mãos por trás da cabeça. Repete, “O meu passado-desapontamento-de-Deus”

Agora coloca as pontas dos dedos na testa, entre e ligeiramente acima das sobrancelhas. Repete, “ os meus sonhos prateados de hoje.”

Coloca a tua mão direita no coração formando um pequeno círculo. Quando formas um círculo, sente que formas um círculo de luz. Repete, “as minhas realidades douradas de amanhã.”

exercício de meditação e concentração

Exercícios de meditação

Dica do Sukham, palestrante de meditação em Lisboa- O exercício de concentração 4, 5 ou 6 e o de meditação 4 ou 5 podem ser feitos em conjunto, um a seguir ao outro. Por vezes combinar exercícios de respiração ou concentração com um exercício de meditação proporciona ótimos resultados.

Por exemplo, com a tua concentração escudo impedes os pensamentos invasores de interferirem na tua meditação e, com a tua meditação elástica expulsas os pensamentos nocivos para fora e desfrutas do expandir interior.