Perguntas e Textos sobre Meditação

a partir dos escritos de Sri Chinmoy

JAC_1178

Pergunta: O que aprendemos com a meditação?

Sri Chinmoy: A primeira coisa que aprendemos com a meditação é a imensidão. A meditação é a única forma de expandir a nossa existência exterior, nosso limitado ser.  Sem a meditação, nós nunca nos poderiamos expandir, mas, se meditarmos nem por um minuto, temos expansão.

Meditação significa auto-expansão consciente. Meditação significa a percepção da consciência da realidade transcendental. Meditação significa o reconhecimento ou a descoberta do nosso eu verdadeiro.  É através da meditação que transcendemos a limitação, a servidão e a imperfeição. Primeiro enfrentamos limitações, imperfeições e servidão, depois transformá-los, e depois transcendemos-los.

(…)

A meditação é dinamismo nos planos internos da consciência. Se quisermos alcançar alguma coisa, seja em nossa vida interior ou a nossa vida exterior, então a ajuda da meditação é de suma importância. Quando meditamos, o que nós realmente fazer é entrar na parte mais profunda de nosso ser. Nesse momento, somos capazes de trazer à tona a riqueza que temos dentro de nós.  A meditação mostra-nos como podemos aspirar a algo e, ao mesmo tempo, como podemos alcançá-lo. É através da meditação que podemos entrar em um objeto, um sujeito, uma pessoa, ou no infinito e a eternidade. Se praticamos a meditação diariamente, então podemos ter certeza de que os problemas de nossa vida interior e exterior, são resolvidos.

Por quê meditar? Nós meditamos, precisamente porque este nosso mundo tem nos decepcionado e porque a falha avulta em nossa vida do dia-a-dia. Queremos o preenchimento.  Queremos alegria, paz, felicidade e perfeição, dentro e fora. Meditação é a resposta, a única resposta.

A verdadeira meditação não pode ser feita com a mente. Muitas vezes, cometemos um erro quando dizemos que estamos meditando na mente e utilizando a mente. A verdadeira meditação é feita no psíquico e na alma. Ela anda de mãos dadas com a aspiração a chama ardente que quer subir ao mais alto.

A meditação tem duas coisas para nos oferecer: autodomínio e auto-transformação.  Essas duas coisas andam juntas. Quando meditamos, temos logo o início do autodomínio, e quando temos o autodomínio, vemos que não podemos nutrir pensamentos feios ou não divinos, não podemos mais permanecer no interior da ignorância. Nesse momento vemos que a nossa transformação está a acontecer.  A meditação está constantemente a dar-nos a mensagem de auto-transformação.

(…)

Nós obtemos paz divina através da meditação.  Mesmo que meditemos por quinze minutos e consigamos paz por apenas um minuto, esse minuto de paz, se é a paz sólida, será capaz de permear o nosso dia inteiro. Se de manhã meditamos às seis horasda manhã, à noite vamos continuar a sentir paz interior, alegria interior e luz interior. É todo um poder sólido da nossa meditação que estamos a receber, e essas coisas duram algum tempo. Quando temos uma meditação mais elevada, então obtemos realmente  paz, luz e alegria permanentes.  Precisamos de meditação, porque queremos crescer na luz e queremos realizar-nos na luz e pela luz. Se esta é a nossa escolha, se essa é a nossa aspiração, se esta é a nossa sede, então a meditação é o único caminho.

Pergunta: Qual é a meditação mais elevada?

Sri Chinmoy: A meditação mais elevada é quando você não temos nenhum pensamento. Agora, quando estamos a meditar, somos vítimas de muitos pensamentos, pensamentos não divinos, pensamentos feios e maus pensamentos. Em outras ocasiões, fazemos uma espécie de meditação, onde temos pensamentos muito bons, pensamentos divinos,  pensamentos preenchedores e iluminados.  Este é um estado mais elevado. Mas quando estamos nas “alturas”, não haverá pensamentos, bons ou maus.  Existe apenas luz.

҉


Para mais textos de Sri Chinmoy, por favor visite SriChinmoyLibrary.com

Desenvolvendo uma prática regular de meditação

Desenvolvendo uma prática regular de meditação

por Pedro Gaspar

De modo a cultivar a prática regular de meditação, é importante que primeiro sejamos capazes de criar um ambiente externo, que seja conductivo à meditação. Comece por encontrar um local em sua casa, que se torne na sua zona de meditação. Escolha um local sossegado e onde não seja perturbado.

LotusFlower.jpgDe seguida vai necessitar de um par de almofadas (também pode meditar sentado(a)), uma pequena mesa e mais algumas coisas. Estas coisas podem incluir flores frescas, uma ou duas velas, algum insenso, uma fotografia de um mestre espiritual, ou algo que o(a) inspire. Também pode usar música meditativa que ajude a entrar num estado meditativo. Evite ter um relógio em que olhe regularmente, ou rapidamente se encontrará a meditar no relógio!  🙂

Muitos de nós temos um alarme no telemóvel, que podemos usar, se o desejarmos.

tigers-nest.jpgSe somos perturbados pelo mundo exterior, seja a sua família, companheiros de casa, vizinhos, etc; trate estas distrações com calma e paciência. Se reagir de modo zangado, será capaz de sentir os ecos durante o resto da sua meditação. também é útil tomar um duche antes, e se possível não comer duas horas antes da meditação.

Estabelecer uma prática regular é um desafia no início. Seja corajoso, seja determinado e não desista,. Se for capaz, encontre um grupo com o qual possa meditar regularmente.  A sua presença e companheirismo vão o(a) inspirar e as suas meditações vão crescer fortes como resultado. Ler livros espirituais e manter um bom nível de fitness, através de prática desportiva, é extremamente benéfico. Acima de tudo continue e praticar! 🙂 Leva algum tempo a vencer a inércia e a estabelecer um momentum, mas uma vez que o consiga a sua vida começará a desabrochar de formas que nunca poderia imaginar.

Se se sentir inspirado, apareça nas aulas gratuitas, pois teremos todo o prazer em o(a) ajudar a estabelecer uma prática regular de meditação. Por favor contacte-nos se quiser obter mais informação sobre datas e horas das próximas aulas.

 

When we meditate we expand, spreading our wings like a bird, trying to enter consciously into Infinity, Eternity and Immortality, welcoming them into our aspiring consciousness. We see, feel and grow into the entire universe of Light-Delight.

Quando meditamos nós expandimos, abrindo as nossas asas como um pássaro, tentando entrar conscientemente no Infinito, Eternidade e imortalidade, recebendo-as na nossa consciência de aspiração. Nós vemos, sentimos e crescemos no universo de Luz e Deleite.

– Sri Chinmoy