exercício de purificação e respiração flor

Exercícios de respiração e purificação

 

A primeira coisa em que deves pensar quando inspiras é pureza. Quando inspiras, se conseguires sentir que o ar vem diretamente de Deus, da própria Pureza, então, o teu sopro será facilmente purificado.

 

– Sri Chinmoy

exercícios de respiração e purificação

TODOS OS EXERCÍCIOS SÃO DE SRI CHINMOY

 

Exercícios de Respiração

Exercício de Respiração 1:

A pena em frente ao nariz

Respirar apropriadamente é muito importante na meditação. Quando inspiras, tenta inspirar o mais tranquilamente e suavemente possível, de modo que, se alguém tivesse colocado uma pequena pena em frente ao teu nariz, ela não se mexeria. E quando expiras, tenta expirar ainda mais suavemente que quando inspiras. Se possível, faz uma pequena pausa entre o fim da tua primeira expiração e o início da tua segunda inspiração. Se conseguires segurar o sopro durante breves instantes. Mas se for muito difícil, não o faças. Nunca faças algo que atente contra os teus órgãos respiratórios.

 

Exercício de Respiração 2:

Respiração inspira pureza

A primeira coisa em que deves pensar quando inspiras é pureza. Quando inspiras, se conseguires sentir que o ar vem diretamente de Deus, da própria Pureza, então, o teu sopro será facilmente purificado.

 

Exercício de Respiração 3:

Respira por diferentes partes do corpo

Antes de começares a meditar, por favor inspira profundamente algumas vezes. Em cada inspiração tenta sentir, que uma corrente de energia entra em ti. Depois tenta sentir que estás a inspirar por várias partes diferentes do teu corpo: pelos olhos, ouvidos, testa, ombros, pela coroa no topo da cabeça e por aí em diante. Sente que cada um desses sítios é uma porta e, quando inspiras, sente que estás a abrir essa porta. Nesse momento a energia penetra oriunda da Consciência Universal.

Exercícios de Purificação

Exercício de Purificação 1:

Vida-energia entrando pelo chacra da coroa

Quando cantas Aum, por favor sente que a vida-energia, energia divina, está a entrar em ti através do centro da coroa. O ar que inspiras através das narinas é muito limitado; mas se puderes imaginar que existe um grande buraco no topo da tua cabeça e que a vida-energia, energia divina, está a entrar no teu corpo por esse grande buraco, então naturalmente, estarás apto a acelerar a tua purificação e aumentar a tua aspiração e fome por Deus, verdade, luz e bem-aventurança.

 

Exercício de purificação 2:

Invocar pureza

Podes meditar e dizer a tua mente, “Não te deixarei pensar aquilo que queres, agora quero pensar em Deus”. Repete o nome de Deus interiormente ou alto. De seguida diz, “quero ter pureza em todo o meu ser”. De seguida repete “pureza, pureza, pureza”. Nesse momento não estás a permitir a tua mente pensar em impurezas ou noutra pessoa ou noutra coisa qualquer. Não dês a tua mente hipótese de se preocupar com algo. Usa simplesmente a tua mente para teu propósito próprio. Tens milhões de coisas para alcançar dentro e através da mente. Mas a mente é tão desobediente e maldosa que se não a utilizares, ela te utiliza a ti.

sri chinmoy exercícios de meditação

“Quando a minha consciência está no topo da minha cabeça e indo cada vez mais além, eu sei que estou finalmente a atingir o meu mais elevado cume.”

Sri Chinmoy

exercícios de respiração e purificação flor

Exercício de purificação 3:

Purifica a respiração.

Se quiser desenvolver uma melhor concentração antes da sua meditação, repita o nome de Deus, “Supreme”, pelo menos uma vintena de vezes o mais rápido possível. Em primeiro purifique a respiração a medida que repete “Supreme”. A respiração deve ser purificada; a não ser e até que a respiração seja purificada, a mente vagueia e não consegue manter-se uni direcionada. Se a respiração é purificada, então a mente já não atuará como um macaco agitado.

 

Exercício de purificação 4:

Cresce na tua imagem num espelho.

Olha para ti num espelho e sente que és totalmente uno com o ser físico que estás a ver. Então tenta entrares na imagem que estás a ver. A partir de aí deves tentar crescer. Cresce com um pensamento: Deus quer-te e tu necessitas de Deus. Repete “Deus quer-me e eu necessito de Deus. Deus quer-me e eu necessito de Deus.” Então verás que lentamente, firmemente e gradualmente esse pensamento divino entra em ti e permeia a tua existência interior e exterior, trazendo-te pureza na mente, vital e corpo.

Exercício de purificação 5:

O altar no teu coração.

Se não tens pureza em abundância, se inúmeros desejos terrenos possuem o teu coração, então antes de te concentrares no coração deverias invocar pureza. A pureza é o sentimento de teres um altar vivo nos recantos mais profundos do teu coração. Quando sentes a presença do um altar interior, automaticamente estás purificado. Nesse momento a tua concentração no coração será mais efetiva.

Cultivando qualidades divinas

Exercício para cultivar qualidades divinas 1:

Sinceridade

Chora interiormente como um bebé. Tenta imaginar a tua frente um bebé que chora, inconsolavelmente, por atenção da mãe. O choro de um bebé é absolutamente sincero. Se te puderes identificar com o choro sincero de uma criança, com o seu desamparo, então a sinceridade automaticamente descerá.

 

Exercício para cultivar qualidades divinas 2:

RENDIÇÃO – Render-se a Vontade de Deus

A gota que entra no oceano.

Em primeiro pensa numa pequena gota de água e depois atira essa pequena gota no mar. Quando fizeres isso, já não serás capaz de continuar a ver essa pequena gota. Verás o próprio mar. Não te queres render ou sentes dificuldades em render-te porque sentes que se o fizeres deixarás de existir. Mas o que acontece quando a gota entra no mar, é que a gota se torna una com o mar. Pensa em ti como uma gota e pensa em Deus como o oceano. Neste momento és uma pequena gota – lá fora, isolada e sem ajuda – e no momento seguinte tornas-te uno/a com o vasto oceano.

“Se a tua sinceridade-céu
Se concentrar em Deus,
Então Deus virá a ti
Imediatamente.

Se a tua gratidão-sol
Meditares em Deus
Então Deus entregar-se há a ti
Inteiramente.”

Sri Chinmoy

MC5_7433

Para, proteção,

Mais proteção

E infinitamente mais proteção,

Cada ser humano

Deve rezar a Deus.

Sri Chinmoy

Exercício para cultivar qualidades divinas 3:

PODER, PAZ e DELEITE
Concentração-poder, meditação-paz e contemplação-deleite

Se quiser adquirir poder, devo concentrar-me numa realidade muito pequena. Devo dirigir toda a minha atenção numa pequena chama e conseguirei sem dúvida, adquirir concentração-poder.
Se quiser ter paz, devo meditar numa realidade muito larga. Devo meditar no vasto céu, e a vastidão do céu irá inundar o meu ser interior com paz.
E se quiser deleite, devo contemplar a mais doce, mais querida e mais intima Unicidade-Realidade aqui na terra e lá no paraíso – o meu Bem-Amado Supremo.

Anandaddhyeva khalvimani bhutani jayante
Anandena jatani jivanti
Anandam prayantyabhisamvisanti

Há milhares de anos os sábios Védicos da Índia antiga cantaram esta mensagem:

Do Deleite viemos à existência.
No Deleite crescemos.
No final da nossa jornada, ao Deleite retornaremos.

 

Exercício para cultivar qualidades divinas 4: Proteção

Para proteção contra o perigo.

Quando um acidente ou algo sério está prestes a acontecer, as nossas expressões tornam-se uma expansão do nosso choro interior. Nesse momento não precisas de repetir o Nome do Supremo num modo lento e prolongado. Quando o perigo espreita, se repetires “Supreme” rapidamente e com intensidade, é uma expressão do clamor da alma por imediata intervenção da proteção divina.

Quando alguém pronuncia o Nome do Supremo, deve saber com que propósito o faz. Se for como parte integrante da meditação ou da disciplina espiritual, deve fazê-lo suavemente e lentamente, com toda a alma. Mesmo assim, não significa que devas prolongar a palavra o mais possível. Podes repetir o Nome, com toda a alma, cheio de amor, reverência e devoção num ritmo normal. Mas em caso de emergência, quando o perigo ameaça, se “Supreme” vier das profundezas do coração como um choro intenso, torna-se também cheio de alma, apesar de ser rápido.